Cartas de um diabo a seu aprendiz

17:14

O título pode até assustar alguns, mas todos deveriam ler esse livro. “Cartas de um diabo a seu aprendiz” nos fala muito sobre as sutilizas que nos fazem balançar durante a nossa caminhada cristã.




A proposta é imaginar o inferno como uma empresa e, Fitafuso, como um diabo em uma posição hierárquica importante e que escreve cartas para seu sobrinho, Vermebile, tentando orienta-lo sobre como agir com relação ao seu paciente/ humano, para leva-lo ao inferno.


Assim, o livro é composto de várias cartas e cada uma delas aborda um detalhe diferente (mas muito profundo) de como, mesmo na igreja, nossa atenção pode ser facilmente, desviada de Deus para qualquer outra coisa desde um problema com o irmão ao lado, até um sentimento de superioridade.


Como o “autor” das cartas é um diabo é possível ver a ironia e o desprezo sobre a vida humana, o que meche bastante com o leitor, pois é a realidade vista de outra perspectiva, tanto a do inferno quanto a do céu, pois há momentos em que o próprio Fitafuso diz não entender o que Deus tanto vê em nós.


Trazendo para nossa realidade e cotidiano, o livro nos mostra inúmeras situações com as quais o leitor pode se identificar entre pensamentos e reações, escolhas e encontros, o subjetivo e a realidade física e espiritual.


Por fim, pensei que teria muita dificuldade para ler o livro, afinal, o que para Fitafuso é o correto, para nós seria mais do que errado, por isso optei por ler uma carta por dia e até refletir nas palavras dela.


Foi a melhor decisão que fiz, porque consegui refletir bastante sobre o que estava sendo dito e também comparar com o que estava vivendo. Então, o livro está mais do que bem recomendado.

Autor: C. S. Lewis
Título original: The screwtape letters
Editora: WMF Martins Fontes
Edição 2009
202 páginas
Compre aqui: AmericanasSubmarino / Amazon



Acompanhe o Ju Li Crônicas

You Might Also Like

1 comentários

  1. Olá!!! Excelente resenha!! Realmente, o nome assusta algumas pessoas... (lembro da reação de desconfiança de uma pessoa que viu nas minhas mãos... hehe É uma pena porque o livro é mesmo muito bom! Além de aprender e refletir muito, também dei algumas risadas!

    Abraços!

    sonhos-e-suspiros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir